sexta-feira, 29 de agosto de 2014

NEGOCIAÇÃO SALARIAL - documentos

Colegas, boa noite, de novo!

Os conselheiros do CO receberam nesta noite um IMPORTANTE documento referente à negociação salarial, se podemos dizer que já houve alguma negociação até o momento....

Na realidade são dois documentos:

1- Ofício, assinado pelo Suplente da Presidência da COP (o mandato do presidente desta comissão acabou recentemente), Prof. Geraldo Roberto Martins da Costa, como podem ver por este link:
2- Tabela com a síntese das propostas dos conselheiros em relação à negociação salarial recebidas no dia de hoje pela reitoria. Vejam as propostas através deste link:

Atentem-se para o parágrafo final do ofício, pois a COP avaliará o impacto destas propostas na execução orçamentária de 2014 e apresentará na reunião do dia 2 de setembro como subsídio para a discussão e deliberação. E na tabela de sugestões atentem-se que um número relevante de conselheiros apresentaram a proposta da ADUSP como sugestão, além de haver algumas outras muito "interessantes", demonstrando muito bem a diversidade e a cara do CO.

Abraços a todos, continuo a disposição.

Zé Renato

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Pauta da Reunião da próxima terça, dia 2 de setembro. Proposta para Negociação Salarial

Caros colegas, boa noite!

Ontem à noite recebi a pauta da reunião extraordinária do CO da próxima terça-feira, dia 2.09.2014, que é a continuação da reunião desta semana, uma vez a pauta original não ter se esgotado. Segue abaixo o link para esta nova pauta (que na realidade, tem muitas poucas coisas novas):

Pauta CO 02/09/2014

Por fim, disponibilizo a íntegra da mensagem de correio eletrônico enviada para a Chefia de Gabinete de nosso reitor com a minha proposta, enquanto representante dos doutores no CO, para a negociação salarial conforme solicitado ontem (mensagem disponibilizada aqui no blog).

Minha proposta foi a reprodução da pauta de reivindicação aprovada em Assembleia da ADUSP.  E a razão desta decisão está baseada em dois pontos:

1- Poucos colegas se manifestaram em resposta ao meu post de ontem sobre este assunto, até porque o prazo dado pela Chefia de Gabinete era realmente muito pequeno. Dentre estes poucos a maioria pediu-me que enviasse a pauta de reivindicações da ADUSP como proposta, afinal esta pauta é uma proposta de como lidar com o orçamento da USP para que tenhamos aumento próximo a inflação.

2- O tempo para o envio de propostas foi muito exíguo, menos de 24hs, com isso, entendo que a proposta da ADUSP é que tem a maior legitimidade, pois é fruto de uma construção coletiva e aprovada em Assembleia de docentes. Sei que não representa a totalidade dos doutores da USP, e nem mesmo o Corpo Docente na sua totalidade, mas entendo ser uma proposta coletiva nascida do seio do corpo docente da USP. Além de ter a plena consciência que sou um representante de um número muito grande de professores (mais ou menos 3.000 colegas) e não disponho de instrumentos para fazer uma debate do qual conseguisse extrair uma proposta, achei por bem enviar integralmente a proposta da Adusp.

Sei que posso ser criticado por isso, e tenho certeza que serei, mas sem dúvida esta é uma das agruras de ser 1 único representante de 3.000 professores, e sem estrutura alguma para me comunicar com todos, a não ser o nosso Blog (que é um instrumento quase mambembe....rs).

Fico a disposição de todos. Um grande abraço (segue a mensagem enviada hoje de manhã para a reitoria);
Zé Renato

De: "Prof. José Renato de Campos Araújo"
Para: sg@usp.br
Enviadas: Quinta-feira, 28 de Agosto de 2014 10:07:31
Assunto: propostas para reajuste salarial
Prezado Prof. José Roberto Drugowich de Felício;

segue abaixo as propostas da Representação do Doutores no CO, que são as mesmas aprovadas em Assembléia da ADUSP, pois esta é a única maneira que esta representação possa fazer uma proposta com o mínimo de representatividade da categoria que representa.
Segue a proposta:

I. Imediato  cancelamento de qualquer tipo de retaliações ao movimento grevista, muito particularmente  o corte de ponto e consequente confisco salarial dos funcionários técnico-administrativos.

II. Que a reitoria da USP leve ao Cruesp a disposição de utilizar para reajuste salarial imediato os seguintes recursos – já aprovados no Orçamento da USP de 2014:

a) R$ 129 milhões designados para atendimento da política salarial do Cruesp;

b) Estimados R$ 195 milhões de rendimento de aplicações financeiras.

III. Em relação aos recursos necessários para a manutenção das universidades estaduais paulistas, há propostas de dois tipos: no primeiro bloco (III.1), estão colocadas as demandas mais imediatas; no segundo bloco (III.2), as demandas mais estratégicas. Se aprovadas, estas propostas devem ser levadas ao Cruesp, para aprovação e implementação. [1]

III.1. Propostas para execução imediata pelo governo do Estado:

III.1.1. Cessação permanente do desconto do montante de recursos para políticas de Habitação da base de cálculo do repasse às universidades estaduais, retroativa a julho/2014.

Observação:Em 2014, R$ 104 milhões são descontados a cada mês da nossa base de cálculo; se o governo parar com esta prática a partir de julho/14, o aporte de recursos para as universidades estaduais paulistas será de 0,0957 x 6 x 104 = R$ 59,72 milhões.

III.1.2. Aporte emergencial de adicionais 0,7% do ICMS-QPE para as universidades estaduais, a serem depositados no início de outubro de 2014.

Observações:A origem desses 0,7% é Of. do Cruesp  de 29/7/2005, assinado pelo Prof. Marcos Macari, reitor da Unesp e então presidente do Cruesp, expondo ao governador Geraldo Alckmin, “a necessidade de recursos para continuidade e manutenção das ações [expansionistas] até aqui implementadas” pelas três universidades estaduais paulistas. Tal medida provê recursos da ordem de pouco mais que uma folha de pagamento das três universidades.

III.1.3. Inclusão na Lei Orçamentária Anual (LOA-2015) de liberações mensais de adicionais de 0,7% da QPE do ICMS aos 9,57% que constam na LDO-2015, calculados sobre a mesma base de cálculo corrente, excluído o desconto da Habitação.

III.2. Propostas Estratégicas:Obter o compromisso do atual governo do Estadode lutar para incluir na LDO-2016 as seguintes determinações:

III.2.1. Artigo XXX – O Estado aplicará em 2016 na manutenção e no desenvolvimento do ensino público, no mínimo trinta e três por cento (33%) da receita resultante de impostos, incluindo os recursos provenientes de transferências.

III.2.2. Modificação do Artigo 4º da LDO-2016, que passará a ter a seguinte redação:

Artigo 4º– Os valores dos orçamentos das Universidades Estaduais serão fixados na proposta orçamentária do Estado para 2016, devendo as liberações mensais dos recursos do Tesouro respeitar, no mínimo, o percentual global de 10,0% (dez por cento) do total do produto da arrecadação do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação – ICMS – Quota Parte do Estado, no mês de referência.

§ 1º– À arrecadação prevista no “caput” deste artigo serão adicionados 10,0% (dez por cento) das Transferências Correntes da União, decorrentes da “Lei Kandir”.

Observações:(III.2.1) é uma reivindicação histórica do Fórum das Seis. Em relação à (III.2), propomos passar  dos 9,57% com a redação atual, para 10%com a nova redação.

Isto equivale, aproximadamente, aos 10,5% com a redação atual, compatível com os 10,27% reivindicados pelo  Cruesp em 2005. Além disso, reivindicamos o compromisso do atual governo com estas propostas, pois não sabemos quem vai ganhar a eleição para governador em 2014.

III.2.3. Mudança na Constituição do Estado para que o teto salarial no poder executivo estadual e municipal passe a ser 90,25% do subsídio de um ministro do STF (i.e., o subsídio de um desembargador do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo).

Observação: Este dispositivo é importante, entre outras coisas, para normatizar e uniformizar a remuneração dos servidores públicos paulistas, independente da esfera de governo a que estejam ligados.

Fico a disposição, e agradeço muito a disposição da reitoria em ouvir a totalidade dos conselheiros do CO.
Atenciosamente;
---
Prof. José Renato de Campos Araújo
Gestão de Políticas Públicas
Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH)
Universidade de São Paulo (USP)
55 11 3091.8115
skype: jrenato.araujo
zrenato@usp.br
www.each.usp.br/zrenato

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Ainda a reunião do CO de ontem, 26 de agosto de 2014

Colegas, boa tarde!

Acabo de receber duas comunicações da reitoria da USP, mais especificamente da Chefia de Gabinete de nosso Reitor e da Secretaria Geral, sem dúvida o momento em que vivemos na USP obriga-me a fazer mais este post no dia de hoje.

A primeira mensagem reproduzo integralmente abaixo, pois estarei aberto a receber sugestões dos colegas para que eu possa elaborar as minhas sugestões como representante dos Professores Doutores no CO. Enquanto a segunda disponibiliza para todos os conselheiros as apresentações (arquivos PowerPoint) realizadas ontem no CO sobre os Hospitais Universitários.

A primeira apresentação intitula-se "Estudo da Relação dos Hospitais Universitários com a Gestão do Sistema Único de Saúde" realizada pelo Prof. José Sebastião dos Santos, ao passo que a segunda comunicação apresentam-se alguns dados financeiros sobre o HU, sendo realizada na sessão de ontem pelo nosso vice-reitor.

Seguem os links para as apresentações:

Prof. José Sebastião dos Santos

Prof. Vahan Agopyan 

Segue a íntegra da mensagem recebida da Chefia de Gabinete:
-----x-----

São Paulo, 27 de agosto de 2014.
  
GR/CIRC/278


Prezado(a) Conselheiro(a)
  
Como é de seu conhecimento, o Conselho Universitário da Universidade de São Paulo reunir-se-á no próximo dia 02 de setembro, terça-feira, para discutir a política salarial da USP, com eventuais reflexos sobre a negociação com os sindicatos de funcionários e de docentes.
Visando enriquecer essa discussão, a Reitoria solicita que os Srs. Conselheiros encaminhem propostas concretas sobre o tema para a Secretaria Geral, por meio do endereço eletrônico sg@usp.braté 28/08/2014, às 12 horas, para a devida análise regimental pela d. Comissão de Orçamento e Patrimônio.
Atenciosamente,


José Roberto Drugowich de Felício
Chefe de Gabinete

Reunião do CO - 26 de agosto de 2014

Caro colegas, boa noite!

No início da noite encerrou-se a reunião do CO de hoje, 26 de agosto, realizada excepcionalmente no prédio 39 do IPT. Como a sessão era muito esperada por toda comunidade USP, devido a presença de propostas que interagem diretamente com a atual situação da USP - crise financeira e greve. Faço um breve relato desta reunião e resumo as principais decisões. E já adianto que a reunião terá prosseguimento na PRÓXIMA TERÇA, DIA 2 DE SETEMBRO, ÀS 14HS, uma vez a pauta da reunião de hoje não ter sido esgotada, dado a sessão de hoje ter sido suficiente para chegar somente até o Caderno II da pauta (HU e HRAC), ficando para a próxima semana os Cadernos III, IV, V, VI, VII e VIII.

Antes de chegar nas propostas mais polêmicas - desvinculação dos hospitais, plano de demissão voluntária e discussão sobre o reajuste salarial, a reunião seguiu a pauta já postada neste blog, a qual reproduzo abaixo já dando as explicações sobre as decisões do colegiado.

PARTE I - EXPEDIENTE

1. Discussão e votação das Atas das 956ª e 957ª Sessões do Conselho Universitário, realizadas em 20.05 e 03.06.2014. - retirado de pauta, um conselheiro (representante dos servidores técnicos administrados) não recebeu cópia das atas, com isso, o reitor decidiu levar este ponto de pauta para a próxima reunião.

2. Apresentação dos novos membros do Conselho.

3. Comunicações do M. Reitor. - somente tratou da visita que realizou na última semana à EACH (Escola de Artes, Ciências e Humanidades), uma vez o campus Leste da USP ter sido liberado pela Justiça há pouco tempo (estava interditado por questões ambientais devido à uma Ação Cível Pública movida pelo Ministério Público Estadual), e na semana passada ter se iniciado o semestre letivo na EACH.

4. Eleição de um membro docente do Co para compor, na condição de titular, a Comissão de Orçamento e Patrimônio (COP), tendo em vista o término do mandato do Prof. Dr. Sigismundo Bialoskorski Neto, nos termos do parágrafo único do art. 19 do Estatuto. - eleição realizada, os votos estavam sendo contados até o final da sessão, como é feito tradicionalmente nos próximos dias a Secretaria Geral divulgará para os conselheiros os resultados. Mas adianto que não houve disputa, pois havia um indicado para cada vaga. As indicações sempre aconteceram através de algum conselheiro, o reitor se absteve de indicar qualquer nome. 

5. Eleição de três membros docentes suplentes do Co, para compor cada uma das Comissões Permanentes do Conselho Universitário, nos termos da Resolução nº 6803/2014. eleição realizada, os votos estavam sendo contados até o final da sessão, como é feito tradicionalmente nos próximos dias a Secretaria Geral divulgará para os conselheiros os resultados. Mas adianto que não houve disputa, pois havia um indicado para cada vaga. As indicações sempre aconteceram através de algum conselheiro, o reitor se absteve de indicar qualquer nome. 

6. Eleição de três membros docentes do Co para compor a CCAD, tendo em vista o término dos mandatos dos Professores Doutores Emma Otta (Humanidades), Welington Braz Carvalho Delitti (Biológicas) e Luiz Nunes de Oliveira (Exatas). eleição realizada, os votos estavam sendo contados até o final da sessão, como é feito tradicionalmente nos próximos dias a Secretaria Geral divulgará para os conselheiros os resultados. Mas adianto que não houve disputa, pois havia um indicado para cada vaga. As indicações sempre aconteceram através de algum conselheiro, o reitor se absteve de indicar qualquer nome.

7. Eleição de um membro docente para compor o Conselho Editorial da EDUSP, tendo em vista o término do mandato do Prof. Dr. Sedi Hirano. eleição realizada, os votos estavam sendo contados até o final da sessão, como é feito tradicionalmente nos próximos dias a Secretaria Geral divulgará para os conselheiros os resultados. Mas adianto que não houve disputa, pois havia um indicado para cada vaga. As indicações sempre aconteceram através de algum conselheiro, o reitor se absteve de indicar qualquer nome.  

8. Eleição de um representante discente de graduação do Co e respectivo suplente, para compor a CAECO.eleição realizada, os votos estavam sendo contados até o final da sessão, como é feito tradicionalmente nos próximos dias a Secretaria Geral divulgará para os conselheiros os resultados. Mas adianto que não houve disputa, pois havia um indicado para cada vaga. As indicações sempre aconteceram através de algum conselheiro, o reitor se absteve de indicar qualquer nome. 

9. Apresentação da Execução Orçamentária – Prof. Dr. Geraldo Roberto Martins da Costa. - foi apresentado pelo suplente da presidência da COP a execução orçamentária da USP no primeiro semestre de 2014. Em linhas gerais, apresenta que o orçamento aprovado no início do ano previu um déficit que pelo desenvolvimento dos gastos já realizados até o momento o déficit será maior ainda. Os detalhes desta exposição serão aqui postados assim que a Secretaria Geral disponibilizar os slides apresentados pelo Prof. Geraldo R. Martins da Costa, o que foi prometido para os próximos dias.

10. Apresentação do Relatório do GT-Controladoria – Prof. Dr. Reinaldo Guerreiro. - foi apresentado as linhas gerais de um estudo coordenado pelo Prof. Reinaldo Guerreiro, nomeado pelo reitor, no qual prevê a criação da Controladoria Geral da USP, órgão de controle interno que será criado que cuidará da execução orçamentária da USP. Os detalhes desta exposição serão aqui postados assim que a Secretaria Geral disponibilizar os slides apresentados pelo Prof. Geraldo R. Martins da Costa, o que foi prometido para os próximos dias.

11. Palavra aos Pró-reitores. - retirado de pauta. 

12. Palavra aos Senhores Conselheiros. - antes do início das falas dos conselheiros, devido à extensão da pauta, a presidência do CO estabeleceu o limite de 20 minutos para as exposições dos conselheiros. No caso deste limite não ser suficiente para todos inscritos, aqueles que desejassem falar teriam suas falas garantidas no final da sessão, depois das deliberações do CO. Somente 4 conselheiros conseguiram realizar suas falas, os representantes da Congregação do IME e da EACH, bem como um Representante Discente e um Representante dos Servidores Técnicos Administrativos. Em linhas gerais, todos defenderam a retirada de pauta dos pontos polêmicos, solicitando mais tempo para que a Comunidade USP pudesse realizar debates em torno das propostas. O Prof. Menna Barreto, representante da congregação da EACH, em sua fala se contrapôs a fala inicial de nosso reitor, na qual expôs com alegria e satisfação a visita à EACH na semana passada. O representante da EACH expôs a situação vivida pela unidade, de muita fragilidade devido a recente interdição do campus, e ressaltou que apesar de um número considerável de docentes ter assinado documento sobre a liberação do campus e o retorno das atividades, o qual fora veiculado pela reitoria para toda a USP, há um outro número considerável de docentes na unidade que ainda espera uma atuação mais responsável da reitoria em relação à contaminação ambiental, e principalmente em relação à retirada de terra contaminada existente no campus fruto de um crime ambiental cometido durante a gestão anterior da diretoria da EACH, questões ainda em aberto na realidade da EACH.

PARTE II - ORDEM DO DIA 


CADERNO I – PARA REFERENDAR 
1. PROTOCOLADO 2014.5.872.1.9 – PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO (Tabela de vagas para o Concurso Vestibular de 2015) - APROVADO

CADERNO II – ALTERAÇÃO DE REGIMENTO GERAL
1. PROTOCOLADO 2014.5.1365.1.3 – UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO (Vinculação dos Hospitais Universitários ao Gestor Estadual do SUS, por meio de uma autarquia associada à USP. Proposta de supressão dos incisos I e II do artigo 8º e inclusão do artigo 263 nas Disposições Gerais do Regimento Geral da USP, em decorrência da transformação do HU e HRAC em Entidades Associadas.) - Este ponto é o que renderia mais discussões como era esperado, mas antes do início dos debates e deliberações, o Prof. Zago fez uma breve fala na qual anunciou que este ponto de pauta seria dividido em dois. Com a deliberação sobre o HU ficando adiada, sendo o ponto tirado de pauta, e anunciando que criará uma comissão que analisará a questão do HU para que no futuro esta comissão proponha algo para o CO tomar sua decisão. Apontando que o ponto sobre o HRAC seria mantido em pauta, por se tratar de um caso diferente do HU, e por ter recebido a manifestação da direção da FOB para que tal questão fosse deliberada na sessão de hoje. Antes da votação houve uma apresentação do relatório técnico sobre o HU, já postado neste blog, pelo seu autor - Prof. José Sebastião dos Santos. O qual foi seguido por uma breve apresentação do Prof. Vahan Agopyan sobre os dados financeiros relativos ao HU (os quais serão disponibilizados neste blog assim que a Secretaria Geral nos darem acesso). Depois destas falas começou a discussão sobre o HRAC a qual foi iniciada pela manifestação da Profa. Maria Aparecida de Andrade Moreira Machado, diretora da FOB (unidade que se relaciona diretamente com o HRAC) na qual demonstrou apoio à proposta da reitoria, afirmando que esta não era somente a sua posição enquanto diretora mas da comunidade que se relaciona diretamente com o HRAC, depois de ter realizado ampla consulta à toda comunidade através de seus órgãos de representação como a Congregação da FOB e os órgãos diretivos do próprio HRAC. Foi seguida pela fala da Representação Discente e dos Servidores Técnicos Administrativos que solicitaram a retirada de pauta também da questão do HRAC, o que foi prontamente rechaçado pela presidência do CO (Reitor), encaminhando a questão para votação. A qual apresentou o seguinte resultado:

63 votos A FAVOR da proposta da reitoria, a qual abre possibilidade de desvinculação do HRAC da USP para que a Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo assuma a gestão deste hospital.
27 votos CONTRA
16 Abstenções

Conforme previamente publicado em nosso blog, o voto da Representação dos Professores Doutores no CO foi CONTRA a proposta da reitoria, uma vez que ao nosso ver o tempo de discussão na Comunidade USP sobre a questão foi muito exíguo!

Após a votação a reunião foi encerrada com uma fala do Reitor dizendo que a partir de agora, a negociação salarial não será mais conduzida exclusivamente por ele, e a decisão será compartilhada com o CO. Abriu a possibilidade que os conselheiros enviem até a semana que vem propostas relativas à negociação salarial. Ressaltou a necessidade de qualquer decisão que venha a ser tomada na semana que vem, em relação ao reajuste salarial, de se levar em conta a responsabilidade administrativa que o CO deve ter.
Vários conselheiros, inclusive eu, terão sua fala garantida na reunião da próxima semana, afinal estão inscritos para suas manifestações e devido ao adiantado da hora na reunião de hoje ficaram impossibilitado de realizarem suas falas.
Depois de encerrada a reunião protocolei junto à Secretaria Geral a Carta Aberta das Famílias das Creches da USP – Campus Capital - ao Reitor (http://www.peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=familias-creche-usp), carta que me foi enviada nestes últimos dias, e pela qual me comprometi que seria encaminhada diretamente ao nosso Magnífico Reitor.

Desculpem-me pelo longo post, e assim que toda a documentação estiver disponibilizada pela Secretaria Geral será rapidamente colocada a disposição aqui em nosso blog.

Abraços a todos e boa noite!
Zé Renato
 

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Pedido de vistas

Caros colegas,

depois de analisar a atual situação, e, principalmente, ouvir a manifestação de muitos colegas em torno da pauta da reunião do CO de amanhã, dia 26 de agosto. Enviei uma solicitação formal ao nosso reitor para vistas dos processos do HU, do HRAC e do Plano de Demissão Voluntária. Deixo aqui a cópia para o ofício que acabo de remeter à Secretaria Geral da USP.


Abraços a todos; Zé Renato

domingo, 24 de agosto de 2014

CO, terça-feira, posições da Representação dos Doutores

Caros colegas, bom dia!

Faço este post para publicizar qual será minha posição no CO da próxima terça-feira, em especial em relação aos pontos relativos a proposta de "reequilíbrio financeiro da USP". Serei rápido e não me estenderei demais, afinal entendo que estas questões devem ser bem mais discutidas, e minha atuação na próxima terça será neste sentido - solicitar que as questões sejam amplamente discutidas com a comunidade USP, antes de qualquer decisão.

Com isso, em todos os pontos relativos à proposta encaminharei solicitação formal ao CO para que tenha vistas dos processos. E, obviamente, quando estiver de posse de toda a documentação será aqui postada. Se por acaso, devido a manobras da reitoria durante a reunião, as propostas forem a votação (o que considero que será um desastre) votarei contra todas as propostas. Até farei a proposta que qualquer mudança regimental somente possa acontecer depois de encerrada a Greve, iniciada há mais ou menos 3 meses, e com o estabelecimento do reajuste salarial previsto no Orçamento de 2014, aprovado pelo CO em fevereiro último!

Também estou preparando uma manifestação ao CO sobre a crise da USP, e da necessidade de ações realmente efetivas para o saneamento da gestão da nossa universidade. Esta fala estará centrada na urgente necessidade de que a reitoria retome a legalidade nas suas formas de gestão, uma vez ser claro que há anos a USP vem empreendendo formas de gestão que estão ao largo da lei. Para tanto, até citarei dois exemplos concretos - a rejeição das contas de 2011 da USP pelo TCE-SP e a oitiva da reitoria na CPI de Áreas Contaminadas ocorrida no último dia 12 de agosto na Câmara Municipal de SP. 

Para ilustrar este meu argumento disponibilizo a todos uma publicação do dia 14 de junho de 2014 do Diário Oficial do Poder Legislativo (34 - São Paulo, 124 [109]), na qual podemos ver um debate realizado pelos Conselheiros do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo sobre a crise da USP. Colegas, destaco que tais conselheiros acusaram os reitores da USP de "irresponsáveis, do ponto de vista da gestão pública", além de não cumprirem aquilo que prometem para os órgãos oficiais do governo paulista ("O diálogo deles é o seguinte: tudo o que eles prometem aqui, eles não cumprem! Muda o Reitor e vem com a mesma conversa. Então, não adianta, é preciso tratar o assunto com dureza, e nada devemos fazer se ficam bravos porque estamos rejeitando todas as contas motivadamente. E temos que rejeitar, apontando com mais dureza essa questão sem qualquer ilusão").


Por fim, quero deixar o acesso à outra documentação que demonstra o quanto a gestão da USP vem se esmerando em não seguir o ordenamento legal brasileiro. Para tanto, acessem o seguinte link: http://youtu.be/di-o1tliBWA

Ao clicarem neste link assistirão à íntegra da sessão da CPI de Áreas Contaminadas da Cidade de São Paulo da Câmara Municipal de São Paulo, do dia 12 de agosto de 2014. Este é o registro da sessão no qual nosso reitor e vice-reitor, acompanhado do superintendente da SEF e de Procuradores da USP, são ouvidos pela CPI......Colegas, resumindo é um show....Acusações de ilegalidade e de má gestão são a tônica da sessão, não deixem de ver.....(AGRADEÇO A COLABORAÇÃO DO COLEGA PROF. ROBERTO BREJÃO (FOB-USP) QUE DISPONIBILIZOU O LINK PARA O YOUTUBE)

Para terminar, anuncio que amanhã participarei da reunião da ADUSP para discutirmos a sessão de terça do CO, e depois da reunião de terça postarei notícias o mais rápido possível.

Abraços a todos, ótimo domingo!
Zé Renato

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Nova documentação para reunião do CO - 26.08.14 - Hospitais

Caros colegas, bom dia!

Acabo de receber da Secretaria Geral da USP nova documentação que subsidiará os conselheiros para as deliberações da próxima reunião do CO, terça-feira, dia 26.

Coloco a disposição de todos a íntegra destes documentos, através dos links abaixo. São dois relatórios técnicos sobre o HU e o HRAC, bem como um ofício sobre o assunto.

Peço mais uma vez a colaboração de todos no sentido de divulgarmos amplamente estes importantes documentos na comunidade USP.

Seguem os links:

Relatório Técnico HU

Relatório Técnico HRAC

Ofício

Continuo a disposição.

Zé Renato

MUITO IMPORTANTE - Reunião do CO em 26 de agosto de 2014 (terça-feira), documentos para a reunião

Caros colegas, boa noite!

Depois de um tempo afastado para um estágio de pesquisa no exterior, desde o início do mês de agosto estou de volta às minhas atividades na USP, incluindo o retorno do exercício da função de titular da Representação dos Professores Doutores no CO-USP.

Antes de mais nada, quero agradecer publicamente ao meu suplente, Prof. Marcello Modesto, por ter assumido o meu lugar durante este meu afastamento internacional, e por ter me mantido a par dos acontecimentos deste colegiado.

Escrevo rapidamente neste primeiro momento, pois recebi agora à noite a pauta, bem como toda a documentação, referente à reunião do CO que ocorrerá na próxima terça-feira, dia 26 de agosto de 2014. Devido ao momento especial que vivemos na USP, em meio a greve de mais de dois meses liderada pela ADUSP, SINTUSP e com apoio do DCE, e devido a intransigência da reitoria em se negar a sentar na mesa de negociações, julgo ser muito importante que os documentos remetidos nesta noite a todos conselheiros do CO, e que serão base de deliberações na próxima terça-feira, estejam circulando desde agora na comunidade USP.

Todos poderão ver que há pontos muito importantes que serão discutidos e deliberados nesta próxima reunião. Afinal algumas propostas de mudanças estatutárias significativas integram a pauta desta reunião. Alterações que pretendem criar as condições regimentais para que propostas da reitoria, que até agora somente circularam na imprensa e outros meios de comunicação, sejam realmente levadas a cabo. Como por exemplo: A DESVINCULAÇÃO DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO E DO HOSPITAL DE REABILITAÇÃO DE ANOMALIAS CRANIOFACIAIS DA USP (na proposta de mudança regimental enviada pela reitoria, estes hospitais deixariam de ser ÓRGÃOS COMPLEMENTARES assumindo os status de ENTIDADES ASSOCIADAS), ALÉM DA CRIAÇÃO DE UM PLANO DE DEMISSÃO VOLUNTÁRIA PARA OS SERVIDORES ADMINISTRATIVOS DA USP.

Portanto, entendo ser fundamental que todos divulguem amplamente tal documentação, pois mudanças tão sérias não podem acontecer sem uma profunda discussão da comunidade uspiana.

Ainda antes da reunião de terça pretendo escrever outro post sobre a atual situação da USP e deixar claro qual será a postura de nossa representação na reunião de terça-feira. Não faço agora, pois tal tarefa requererá mais tempo e a disponibilização de outros documentos, os quais pretendo reunir nestes próximos dias.

Seguem abaixo os links para os documentos recebidos agora à noite da Secretaria Geral da USP:

Sumário da Pauta da Reunião de 26.08.2014

Documentação referente à Pauta da Reunião de 26.08.2014 (Cadernos I a VI)

Documentação referente à Pauta da Reunião de 26.08.2014 (Caderno VII parte 1)

Documentação referente à Pauta da Reunião de 26.08.2014 (Caderno VII parte 2)

Atas a serem aprovadas na Reunião de 26.08.2014

Importante demarcar que a íntegra das propostas estão apresentadas nos Cadernos que acompanham a Pauta. Portanto, peço especial atenção aos textos das propostas.

Fico a disposição de todos.

Grande abraço; Zé Renato